Os Escolhidos

escolhidosO livro Os Escolhidos nos ajuda na compreensão da Bíblia e da vontade de Deus. Ele detalha as histórias tão apaixonantes e importantes do Antigo Testamento. É um livro importante e ideal para adolescentes e jovens começarem a ter contato com os livros de Ellen White, pois ele contém conselhos valiosos do próprio Deus. E com a linguagem atualizada, o livro (também conhecido como Patriarcas a Profetas) ficou melhor ainda! A leitura é mais agradável e a compreensão, mais fácil. Isso sem contar a linda capa e a apresentação mais moderna.

Além de conter conselhos valiosos, a leitura de Os Escolhidos nos aproxima mais de Deus, já que podemos compreender melhor a mensagem dEle para nós e senti-Lo mais pertinho. Recomendo!

Giovanna Borges

Compre aqui, no site da CPB.

Aventuras na Galileia

FullSizeRenderTabita era uma garota que vivia em Cafarnaum. Para ela a vida era sem graça, pois não tinha os privilégios que os meninos tinham naquela época e ainda tinha que aturar as gozações deles. Mas um garoto muito legal começou a defendê-la e uma grande amizade surgiu. Juntos eles viram grandes milagres que Jesus fez. Um dia Tabita ficou gravemente doente e seu pai, Jairo, o principal líder da Sinagoga, deixou seu orgulho de lado e foi pedir ajuda a Jesus. Só que, no meio do caminho, Tabita faleceu. Mas Jesus fez um milagre! Ele a ressuscitou! Ela deve ter ficado confusa, mas muito feliz também.

Gostei muito desse livro! Com certeza vai entrar para a minha lista de favoritos. Tomara que ele entre na sua lista também.

O livro tem 175 páginas e é da Casa Publicadora Brasileira.

Marcella Borges

O Detetive Zack e os Segredos na Areia

Detetive-zackZack é um garoto esperto e o mais velho de seus irmãos Alex e Keyla, por isso embarca numa viagem fascinante para o Cairo, no Egito. Lá ele e seu pai vão descobrir mais sobre os heróis do Antigo Testamento. A viagem fica ainda mais legal quando Zack faz amizade com Achmed, o filho do guia que os conduz no passeio. Junto com eles vai o Dr. Doone, um arqueólogo amigo do pai de Zack, que aproveita a situação para explicar sobre arqueologia para o menino, que fica muito curioso. Eles também aproveitam a viagem como lazer e visitam as famosas pirâmides do Egito e a esfinge. Zack adorou andar de camelo pra lá e pra cá, por onde os heróis da Bíblia passaram. Acampando em tendas de pele de cabra ou andando de camelo, ou até mesmo visitando pirâmides, Zack aprende bastante. Com certeza, foi uma viagem inesquecível.

O que eu mais gostei nesse livro da Casa Publicadora Brasileira foi a parte em que o Dr. Doone explica sobre José, o jovem hebreu que foi vendido como escravo aos egípcios. O livro tem 126 páginas e dá para ler rapidinho. Recomendo!

Marcella Borges

O Diário de Anne Frank

anne frankA Segunda Guerra Mundial é o um assunto pelo qual tenho muito interesse. Então, acho que nem preciso dizer que adorei O Diário de Anne Frank.

Anne Frank, filha de pais judeus, nasceu na Alemanha e passou parte da infância lá. Mas quando o nazismo começou a ser implantado em sua terra natal, Anne e sua família se mudaram para a Holanda.

O nazismo demorou um pouco para chegar à Holanda, mas, com a guerra, a política de Hitler logo se espalhou por toda a Europa. Anne tinha 13 anos, estudava em uma escola para judeus, tinha uma melhor amiga judia, e por mais que estivesse um tanto isolada das pessoas de outras etnias, ela era feliz e levava uma vida normal, o quanto fosse possível.

Porém, começaram a chegar convocações para que alguns judeus fossem trabalhar em campos de concentração. Era só uma questão de tempo até que todos fossem levados. A irmã de Anne, Margot Frank, recebeu uma convocação. Para salvar a filha, os pais de Anne decidiram procurar um abrigo para se esconder. O anexo secreto.

A família Frank se escondeu com o Dr. Dussel, e com a família Van Dan. Em palavras simples, a garota narra a rotina dessa pequena comunidade durante o período em que ficaram escondidos no porão do gabinete em que seu pai trabalhara.

No anexo, às vezes ocorriam episódios engraçados, outros de grande tensão. Mas o legal desse livro é que ele apresenta a guerra de uma forma diferente: através dos olhos de uma adolescente.

Tanto para adolescentes como para adultos, o livro traz cultura de uma forma divertida e simples. Nos identificamos com Anne e passamos a torcer por ela. Ao mesmo tempo em que aprendemos mais sobre a Segunda Guerra Mundial. Um dos meus favoritos. Espero que você também aproveite O Diário de Anne Frank, e continue culturando!

Giovanna Borges

Bem-vindo ao sítio Garapi!

Não adianta procurar no Google. Garapi é um lugar que não existe. Mas se não existe não é um lugar, certo? Depende. E se esse lugar existir na imaginação? Garapi é o nome da cidade fictícia que aparece no livro A Descoberta. Foi criada pela Marcella, a filha do meio da família que administra este blog, quando ela tinha quatro anos de idade. Assim, para nós, esse lugar existe. É um lugar de sonhos, de brincadeiras e, agora, com este blog, é também um sítio de cultura. E aqui vamos falar de cultura, mas de um jeito diferente. Vamos falar de viagens, de bons filmes e de leitura – tudo filtrado pelas “lentes” da nossa família. Vamos partilhar com você aquilo que foi bom para nós. Vamos conhecer lugares diferentes, pessoas novas, adquirir novas experiências. Então já pode arrumar as malas! Ou quem sabe um lugarzinho bem confortável na sua casa. Porque aqui nós vamos viajar! Vamos aprender e nos divertir. A gente se encontra lá, em Garapi!

Um abraço da família Borges (Michelson, Débora, Giovanna, Marcella e Mikhael).